Mês: setembro 2013

Apostador de São Luís é um dos ganhadores da Lotofácil

POR LUIS PABLO

lotofacil3009-300x225

O concurso nº 962 da Lotofácil teve um ganhador do Maranhão. O sorteio ocorreu na noite desta segunda-feira (30), na cidade de Osasco (SP). No total, quatro apostadores conseguiram acertar os 15 números da loteria, e ganharam o prêmio de R$ 441.188,11. Um deles é de São Luís. Outros dois apostadores são de Minas Gerais, e um é Santa Catarina.

Os números sorteados foram: 01 – 04 – 06 – 08 – 09 – 11 – 13 – 14 – 15 – 17 – 20 – 21 – 22 – 23 – 25.

Na faixa de 14 acertos, 781 apostadores levam R$ 993,23, cada um. Na faixa de 13 acertos, 21.183 levam o prêmio de R$ 12,50. Com 12 acertos, 246.810 levam o prêmio de R$ 5. E na faixa de 11 acertos, 1.332.274 apostadores levam o prêmio de R$ 2,50.

Para o próximo concurso, a ser realizado na quarta-feira (2), a estimativa do prêmio é de R$ 1,5 milhão. (Com informações do Imirante)

Ex-mulher e irmão são condenados pela morte do diretor da Friboi

Correio Braziliense

Giselma

A ex-mulher do diretor da Friboi, Giselma Carmem Campos, e o irmão dela, Kairon Valter Alves, foram condenados nesta sexta-feira (27/9) pela morte do diretor executivo da Friboi, Humberto Campos Magalhães. Humberto foi assassinado em dezembro de 2008 em São Paulo.


Kairon Alves confessou perante o júri a participação no assassinato e afirmou que a irmã planejou a morte do ex-marido. Em sua defesa, Giselma afirmou que o irmão estava mentido ao apontar ela como mandante.

No primeiro dia de julgamento, as atenções se voltaram para o filho do casal. Ao testemunhar contra a mãe, Carlos Eduardo Magalhães negou qualquer interesse na herança. Carlos afirmou ter “certeza absoluta” de que Giselma tinha sido a mandante do crime porque não queria dividir o patrimônio.

O caso:
Em dezembro de 2008, Humberto foi assassinado a tiros no bairro Vila Leopoldina, zona oeste paulista. Segundo testemunhas, dois homens em uma moto teriam abordado o executivo por volta das 21h30 na região onde ele morava.

A carteira da vítima não foi encontrada, mas uma pasta que estava no banco traseiro do carro dele, onde haveria dinheiro em espécie, não foi levada.

PF indicia Gláucio Alencar e José de Alencar por desvio de recursos públicos

POR IMIRANTE

Também foram ouvidos e indiciados pela PF, sete ex-gestores municipais. Trinta e duas prefeituras maranhenses estão sendo investigadas por crime de agiotagem.

Miranda e seu filho Gláucio Alencar

A Polícia Federal (PF) no Maranhão indiciou, nessa sexta-feira (27), o agiota Gláucio Alencar Pontes Carvalho; o pai dele, José de Alencar Miranda Carvalho, e outros sete ex-gestores municipais por desvio de recursos públicos federais destinados às áreas da saúde e da educação. Trinta e duas prefeituras no Estado estão sendo investigadas por crime de agiotagem. Segundo a PF, as cifras desviadas pela organização criminosa, liderada pelo acusado de ser o mandante e financiador da morte do jornalista Décio Sá, porém, são incalculáveis. Nesta primeira parte da investigação, compreendem um período de cinco anos de apropriação indébita de verbas fornecidas pela União.

Em entrevista coletiva, na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal (SRPF), naCohama, o delegado Alexandre Lucena, superintendente interino da corporação, informou que a conclusão da participação do indiciado no esquema de agiotagem – denunciado pelo blogueiro 23 dias antes de seu assassinato, em abril de 2012 – se deu com mais evidência em sete prefeituras, cujos ex-gestores foram conduzidos e interrogados nessa sexta-feira (27). Na lista, estão os ex-administradores dos municípios de Arari, Cajapió, Paulo Ramos, Pedro do Rosário, Serrano do Maranhão, Turilândia e Vitória do Mearim, que foram alvo da Operação Cheque em Branco, realizada ontem.

– Foi denominada assim a ação policial, justamente porque as pessoas que formavam esta rede de agiotagem ficavam, de fato, com talonários de cheques em branco, porém assinados e entregues pelos gestores, que geralmente acumulavam dívidas com a organização criminosa por financiamento de campanhas eleitorais. Em algumas prefeituras citadas, chegamos a recolher mais de 300 documentos como estes, que autorizavam a quadrilha a realizar saques de recursos destinados à compra de merenda escolar e medicamentos – afirmou Alexandre Lucena.

Segundo ainda o que foi constatado na operação, a impossibilidade de calcular o montante desviado por Gláucio Carvalho e seu pai é algo inédito na conclusão de inquéritos desta categoria de crimes apurados pela PF no Maranhão, já que a apropriação indevida da verba pública federal se deu entre os anos de 2007 e 2011.

– Literalmente, todo o dinheiro destinado pelo Governo Federal nesse período ficou à disposição da quadrilha, que fazia uma verdadeira sangria nos cofres públicos, contando com apoio político, jurídico e armado – revelou o superintendente.

Detonando – Na apresentação do resultado da Operação Cheque em Branco, também realizada pelos delegados Rodrigo Motta, Rodrigo Corrêa e Luis André Almeida, este último coordenador da ação, por meio do Grupo de Repressão a Desvio de Recursos Públicos (GRDRP) da PF, o grupo especializado federal lembrou que o sucesso da investigação se deve ao trabalho da Polícia Civil do Maranhão. Boa parte do material analisado foi apreendida durante a Operação Detonando, que apurou a motivação da morte do jornalista Décio Sá.

– Após seis meses de investigação, analisando a documentação apreendida pela polícia judiciária do Estado, nos deparamos com a evidência de que, de fato, esta quadrilha tirava dinheiro, que seria para reformar e construir escolas públicas, comprar merenda escolar, medicamentos e material de uso hospitalar. Enfim, com os cheques em branco a organização criminosa se apossava dessas verbas públicas, enriquecia de forma desenfreada e contribuía para que o Estado se mantivesse entre os com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) – lembrou Almeida.

A Polícia Federal informou que 10 pessoas foram conduzidas ontem (27) para prestar depoimento e ser indiciadas pelo desvio de recursos públicos, entre elas os sete ex-prefeitos dos respectivos municípios citados e investigados na operação, além de ex-secretários municipais e empresários. Entre os envolvidos na agiotagem comprovada pelos agentes federais, apenas Gláucio Carvalho e o pai dele, José de Alencar Miranda Carvalho, de 73 anos, também preso no inquérito relativo ao assassinato de Décio Sá, continuam presos por ordem da Justiça do Maranhão.

Usura II – Esta foi a segunda ação da Polícia Federal realizada no interior do Maranhão em combate aos crimes de agiotagem, em menos de 48 horas. Na manhã de quarta-feira (25), resultados da Operação Usura II apresentaram desvios de R$ 12 milhões; R$ 7,5 milhões de verbas da Saúde repassadas ao município de Bacabal e R$ 4,5 milhões, referentes a repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Fundo de Desenvolvimento da Educação e Valorização do Magistério (Fundeb), na cidade de Zé Doca, desde 2008.

Na ação dos agentes federais, coordenada pelo delegado Mário Fanton, com apoio da Controladoria Geral da União (CGU) foram cumpridos 19 mandados de condução coercitiva, entre eles um em desfavor do agiota Josival Cavalcanti da Silva, conhecido como Pacovan, e outros 10 mandados de busca e apreensão nos referidos municípios. Todos foram ouvidos na sede da Polícia Federal do Maranhão, na Cohama.

Os quatro delegados que integram o Grupo de Repressão a Desvio de Recursos Públicos (GRDRP) da PF informaram que o Maranhão tem 700 inquéritos em aberto sobre crimes de desvio de verbas públicas federais. O total de procedimentos instaurados em curso, para se ter ideia, representa investigações em 90% dos 217 municípios do estado, com indícios ou provas de atuação de grupos de agiotas. Pelas evidências da prática criminosa, os ex-gestores conduzidos responderão por peculato (crime de má gestão administrativa, praticado por funcionário público) e todos por formação de quadrilha. O inquérito segue ao Ministério Público Federal (MPF).

Entenda o caso:

Décio Sá

Fábio Brasil

Décio Sá foi assassinado na noite de 23 de abril de 2012, no Bar e Restaurante Estrela do Mar, situado na Avenida Litorânea, em São Luís. O jornalista aguardava amigos para um jantar, sentado a uma mesa, quando o autor do crime desceu da garupa de uma motocicleta, se aproximou e disparou seis tiros de pistola calibre ponto 40 mm. Três tiros atingiram a cabeça do jornalista e outros dois a região dorsal. Conforme apurou a Polícia Civil, Décio Sá foi morto porque foi o primeiro a denunciar, em sua página na internet (blogdodecio.com.br), que o assassinato do empresário Fábio dos Santos Brasil Filho, o Fábio Brasil, de 33 anos – executado com três tiros na cabeça, no dia 31 de março, na cidade de Teresina, no estado do Piauí -, havia sido encomendado por um grupo de agiotas estabelecido no Maranhão.

Aécio diz que candidato que for para o segundo turno vencerá Dilma

Aécio Neves disse nque o único dado relevante das pesquisas eleitorais do momento é que mais de 60% da população brasileira não quer votar na presidente Dilma Rousseff  Foto: Roger Pereira / Especial para Terra

Aécio Neves disse nque o único dado relevante das pesquisas eleitorais do momento é que mais de 60% da população brasileira não quer votar na presidente Dilma Rousseff.

O presidente nacional do PSDB e principal nome do partido para a corrida presidencial do ano que vem, o senador Aécio Neves (MG) disse nesta sexta-feira, em Curitiba, que o único dado relevante das pesquisas eleitorais do momento, que o colocam em terceiro lugar  na disputa, é que mais de 60% da população brasileira não quer votar na presidente Dilma Rousseff (PT). Aécio foi a Curitiba para o lançamento, no sábado, da sede regional sul do PSDB, com foco na pré-campanha para 2014. Nem a retomada do crescimento das intenções de voto da petista após a brusca queda com os protestos de junho preocupa o tucano.

SEJUSP MANDA EXUMAR EX-VEREADOR DIOGO FREITAS

diogo

Ex-vereador Diogo Freitas

Foi realizado dia 26/09/13, a exumação dos restos mortais do ex-vereador Diogo Freitas, uma equipe do Instituto Médico Legal deslocou-se a cidade de Dom Pedro para realização da perícia, o trabalho foi realizado na área do cemitério São João Batista.

exumação

Imagens da autópsia após exumação

Passados exatos 76 dias do seu assassinato, a iniciativa da exumação, partiu da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão que apura uma onda de assassinatos na cidade.

RELEMBRE O CASO:

Diogo Gomes de Freitas (54 anos), foi assassinado a tiros no dia 12 de julho deste ano. O crime aconteceu na Avenida Gonçalves Dias no centro da cidade, a vítima encontrava-se em um açougue quando foi abordado por dois homens em uma moto, que desferiram  três disparos com arma de fogo contra Diogo, que faleceu no local.

assassinato

MARANHÃO “CAPITAL” DOS AGIOTAS E TERRA DE IDIOTAS : AGIOTAGEM E POLÍTICA

Diz o provérbio maranhense : “por trás de um grande político sempre tem um grande agiota”. Quanto mais distante do poder, maior é a proximidade do agiota. “Mais cedo” ou mais tarde eles aparecem. É só “ter voto”.A relação mútua(político/agiota) é vantajosa. Os políticos “bons de voto” são previamente agraciados pelos agiotas com empréstimos, os usurários com as verbas do Fundoda Saúde/Merenda/Transporte Escolar. O assunto sagrado foi rasgado pela respeitável Polícia Federal. Josival Cavalcanti da Silva, o Pacovan preso em vários operações nunca dormiu na cadeia, sempre livra-se solto no mesmo dia. Quem pode pode, quem não pode se fode.
Dedé Macedo pai do prefeito de Dom Pedro Hernando Macedo(PC do B), foi acusado pelo blogueiro Marcos Deça de financiar Flávio Dino. Mas tudo terminou em empréstimo e cerveja(veja a foto com Eliziane no fundo a espera dos fundos?). Deça atravessador de agiota?
IMG-20130915-WA0007
PREFEITO HERNANDO MACEDO, DEPUTADO WEVERTON ROCHA, DEDÉ MACEDO E O BLOGUEIRO MARCO D’EÇA
Deça não escreveu uma linha sobre a detenção de Pacovan. Dizem as “candinhas” que o “danado” vai coordenar a campanha de deputado estadual de Fábio Macedo, filho de Dedé Macedo. Esse Deça é uma “peça, joga em todas as pontas.
Eles( os agiotas ) são umas pragas, “mais cedo” ou mais tarde eles sempre aparecem nos governos ou fora deles, independente de grupo político ou classe social.  Basta ser bom ou boa de voto e precisar de uma grana. Imagina Elisiane Grana? “O problema é compatível com a
realidade”, sacou.
Tem até agiota moto-táxi. Na Rosana/Zero Um e na Base do Kaluca foi lançado o crédito “tribucetário” para prefeitos/vereadores/deputados/autoridades civis e eclesiásticas. Tudo pago com os Fundos da Saúde/Merenda.
Alguns parlamentares são acusado da suposta prática de usura. Eles emprestariam para prefeitos das próprias bases, garantindo a eleição fácil, com larga margem de lucros provenientes da pratica da agiotagem.
Maranhão “Capital” dos agiotas e terra de idiotas. Seriamos nos maranhenses idiotas(inadaptados), no sentido do Romance “O Idiota”(Dostoiévski)? Não confunda agiota com idiota/ nóis vai pedalar na sua porta(Funk do agiota).
VEJA O FUNK NO LINK ABAIXO:
POR CESAR BELLO

Criador do Viagra cria spray contra ejaculação precoce

POR O GLOBO

Depois de criar uma pílula contra a impotência, cientistas trabalham em um medicamento que promete combater a ejaculação precoce. O anúncio foi feito pelo professor Mike Wyllie, de 62 anos, que participou da invenção do Viagra e agora desenvolve um novo spray, capaz de permitir que a duração sexual dure até seis vezes mais. Os ensaios clínicos indicam um bom resultado em 85% dos casos, retardando em até seis minutos o momento da ejaculação.

Durante os testes, o spray Tempe levou cinco minutos para começar a fazer efeito, e sua ação perdurou por até duas horas. Estimativas indicam que a ejaculação precoce afete pelo menos um em cada quatro homens, podendo destruir relacionamentos.

– Estamos trabalhando há sete anos, a um custo de 65 milhões de libras (R$ 229 milhões), mas conseguimos encontrar a solução – disse Wyllie, à agência britânica de notícias Swns.com. – Nos ensaios clínicos, o ponto de ejaculação foi retardado por cerca de seis minutos, mas isto pode chegar a até oito minutos.

De acordo com o pesquisador, a satisfação das pessoas que participaram do teste foi tão grande que, em muitos casos, os participantes relutaram em devolver a medicação.

Os testes clínicos foram feitos com 300 homens. Cerca de 90% deles foram capazes de retardar a ejaculação por mais de um minuto e 74%, por mais de dois minutos. O percentual de participantes que relataram ter orgasmo de boa a ótima qualidade subiu de 20%, antes da adoção do medicamento, para 62%. Enquanto isso, o grupo de controle, que também recebeu sprays, mas com conteúdo inócuo, aumentou o tempo de relação por apenas 40 segundos.

Os pesquisadores esperam que o novo spray seja aprovado pelas autoridades europeias nas próximas semanas. Assim, o tratamento poderá estar no mercado a partir de 2014.